Logotipo Afya
Anúncio
CarreiraJUL 2024

Prós e contras de exercer a Medicina fora do Brasil [vídeo]

Neste segundo episódio em vídeo de carreira médica, Marcelo Gobbo e Guilherme Grossi comentam sobre como é exercer a medicina no exterior.
Por Marcelo Gobbo Jr

O Canadá possui um sistema de saúde totalmente público, custeado majoritariamente pelo governo federal e pelas províncias, mas também por muitas doações de empresas e pessoas físicas. O modelo é semelhante ao modelo britânico, onde o paciente chega ao especialista somente mediante encaminhamento de um médico generalista ou médico de família. O sistema é muito sobrecarregado, assim como o sistema público brasileiro.

No entanto, os hospitais possuem tecnologia de ponta e são altamente capacitados para resolução de casos complexos, mas o sistema peca um pouco na medicina preventiva, especialmente pela dificuldade atual de se obter um médico de família para acompanhamento periódico.

Para aliviar as demandas, existem as walkin clinics, que são semelhantes as nossas UPAS, sendo reservadas a casos agudos de baixa complexidade.

Neste terceiro episódio em vídeo de carreira médica, Marcelo Gobbo e Guilherme Grossi, editores-médicos do Portal, comentam sobre como é exercer a carreira médica no exterior. Os médicos relatam essa experiência especialmente no Canadá e os desafios da prática. Assista agora dando o play!

Para mais conteúdos como esse, acesse nosso canal no YouTube.

Tópicos abordados no episódio

  • Como surgiu o desejo de atuar no exterior?
  • Como foi o processo de organização para essa mudança?
  • Como é a visão dos médicos estrangeiros acerca da formação médica brasileira?
  • É necessária alguma formação complementar?
  • Como é o processo de revalidação do diploma no Canadá?
  • Quais as principais dificuldades encontradas nesse processo?
  • Quais os erros mais comuns que os médicos brasileiros cometem na trajetória de
    revalidação?
  • Como é a atuação médica no Canadá em comparação com o Brasil?
  • As condições de trabalho e remuneração são compatíveis?
  • Quais as principais barreiras para a atuação na medicina fora do Brasil? Como lidar com elas?
  • Qual sua dica para quem deseja realizar essa transição de carreira de maneira
    temporária ou definitiva?

Veja também: Procedimentos estéticos: o quanto seguir com o pedido do paciente?

Siga também a Afya no InstagramFacebookTwitter e no YouTube

Como você avalia este conteúdo?

Sua opinião ajudará outros médicos a encontrar conteúdos mais relevantes.

Anúncio