Logotipo Afya
Anúncio
NeurologiaFEV 2018

Crise de cefaleia: como manejar?

Em nossa publicação de conteúdos compartilhados do Whitebook Clinical Decision, explicamos como manejar a crise de cefaleia.

Por Vanessa Thees

Nessa semana listamos os principais pontos do protocolo 2018 da ABN para o tratamento da cefaleia aguda. Por isso, em nossa publicação semanal de conteúdos compartilhados do Whitebook Clinical Decision, explicamos como manejar a crise de cefaleia.

Veja as melhores condutas médicas no Whitebook Clinical Decision!

Este conteúdo deve ser utilizado com cautela, e serve como base de consulta. Este conteúdo é destinado a profissionais de saúde. Pessoas que não estejam neste grupo não devem utilizar este conteúdo.

pilulas diversas de medicamentos

Objetivos

  • Alívio sintomático rápido;
  • Prevenção da recorrência das crises;
  • Saber reconhecer os “sinais de alarme” (red flags), que indicam uma investigação mais apropriada da cefaleia: maior que 50 anos, início súbito, piora da frequência ou da intensidade, história de câncer ou HIV, febre ou sinais sistêmicos, sinais neurológicos focais, papiledema ou história de TCE.

Modelo de Prescrição

  • 1. Dieta oral livre.
  • 2. Acesso venoso salinizado.
  • Se sinais de desidratação/instabilidade hemodinâmica:
  • 3. Ringer Lactato IV. Estimar volume conforme grau de necessidade.
  • Se dor muito intensa: Suporte inicial
  • 4. Soro Glicosado 5% 20 mL + Dipirona Sódica 1000 mg (2 mL) + Metoclopramida 10 mg (2 mL) + Dexametasona 10 mg (2 mL). Administra IV, lentamente.
  • 5. Tratamento sintomático:
  • Opções Parenterais
  • • Sumatriptano (6 mg/0,5 mL) 6 mg SC, até de 12/12 horas;
  • • Hidrocortisona (100 mg/frasco) 100 mg IV de 6/6 horas por 24 horas; em seguida, de 8/8 horas por 24 horas e, após, de 12/12 horas por 24 horas;
  • • Clorpromazina (25 mg/5mL) 0,1 mg/Kg diluído em SF 0,9% 50 ml IV em 2 minutos. Repetir até 2x, se necessário.
  • • Diidroergotamina 0,25-0,5 mg IV em 2 minutos, em cateter heparinizado. Se bem tolerado, fazer dose de manutenção de 0,5-1 mg IV de 8/8 horas, por 2-3 dias.
  • Opções Orais
  • • Sumatriptano (50 mg/Cp) 50-100 mg VO (máximo: 200 mg/dia).
  • • Zolmitriptano (2,5 mg/Cp) 2,5 mg VO (máximo: 10 mg/dia).
  • • Ergotamina (1 mg/Cp) 2 mg VO (máximo: 6 mg/dia).
  • • Cafergot (100 mg cafeína + 1 mg Ergotamina/tablete) 100/1 mg VO, a cada 30 minutos, até o máximo de 6 Cp/dia;
  • • Paracetamol (500 mg/Cp) 500 mg VO de 6/6 horas.
  • • Naproxeno (250-500 mg/Cp) 500 mg VO de 12/12 horas.
  • Suporte
  • 6. Metoclopramida (10mg/2mL): Administrar 2 mL IV, até de 8/8 horas, em caso de náusea ou vômito.
  • Opção: Metoclopramida (4mg/mL) 50 gotas VO/SNE, a cada 8/8 horas.
  • Opção: Metoclopramida (10mg/Cp) 10 mg VO/SNE, a cada 8/8 horas.
  • Opção: Bromoprida (10mg/2mL) 10 mg IV, a cada 8/8 horas.
  • Opção: Bromoprida (4mg/mL) 1-3 gotas/Kg VO/SNE, a cada 8/8 horas.
  • 7.Oxigênio sob máscara à critério médico (Utilidade comprovada na cefaleia em salvas).
  • 8.Repouso no leito.

Outras Cefaleias Primárias

  • Cefaleia em Salvas
  • • Sumatriptano (50 mg/Cp) 50-100 mg VO (máximo: 200 mg/dia);
  • • Zolmitriptano (2,5 mg/Cp) 2,5 mg VO até de 6/6 horas;
  • • Ergotamina (1 mg/Cp) 2 mg VO até de 8/8 horas;
  • • Cafergot (100 mg cafeína + 1 mg Ergotamina/tablete) 100/1 mg VO, a cada 30 minutos, até o máximo de 6 Cp/dia;
  • • Paracetamol (500 mg/Cp) 500 mg VO de 6/6 horas;
  • • Naproxeno (250-500 mg/Cp) 500 mg VO de 12/12 horas.

 

  • Cefaleia Tensional
  • • Paracetamol (650 mg/Cp) 650 mg VO a cada 4-6 horas;
  • • Acido acetilsalicílico (650 mg/Cp) 650 mg a cada 4-6 horas;
  • • Diclofenaco (50-100 mg/Cp) 50-100 mg VO até de 6/6 horas;
  • • Ibuprofeno (200 mg/Cp) 400 mg VO até de 4/4 horas;
  • • Naproxeno (500 mg/Cp) 500 mg VO de 12/12 horas;
  • • Amitriptilina (25 mg/Cp) 10-50 mg VO à noite;
  • • Nortriptilina (10-75 mg/Cp) 10-75 mg VO à noite.
Este conteúdo foi desenvolvido por médicos, com objetivo de orientar médicos, estudantes de medicina e profissionais de saúde em seu dia-a-dia profissional. Ele não deve ser utilizado por pessoas que não estejam nestes grupos citados, bem como suas condutas servem como orientações para tomadas de decisão por escolha médica. Para saber mais, recomendamos a leitura dos termos de uso dos nossos produtos.
Anúncio

Assine nossa newsletter

Aproveite o benefício de manter-se atualizado sem esforço.

Ao assinar a newsletter, você está de acordo com a Política de Privacidade.

Como você avalia este conteúdo?

Sua opinião ajudará outros médicos a encontrar conteúdos mais relevantes.

Compartilhar artigo