Logotipo Afya
Anúncio
Terapia IntensivaNOV 2022

Caso clínico: jovem com parada cardiorrespiratória na academia

Pacientes jovens podem ter parada cardiorrespiratória e morte súbita por diversas causas, principalmente estruturais ou arritmogênicas.

Por Vinícius Zofoli de Oliveira

Pacientes jovens podem apresentar parada cardiorrespiratória e morte súbita por diversas causas, principalmente estruturais ou arritmogênicas. A maioria desses pacientes são assintomáticos até apresentar um episódio de morte súbita. O atendimento inicial pré-hospitalar, seguido do ACLS, é fundamental para melhorar a sobrevida desses pacientes. No entanto, é fundamental que o médico saiba investigar rapidamente a condição que levou o paciente à morte súbita, a fim de prevenir novos eventos. 

Nesse episódio, Vinicius Zofoli, intensivista e editor do portal PEBMED e Whitebook, convida o médico Afonso Dalmazio (cardiologista e arritmologista pelo InCor), para discutir o assunto. Saiba mais como investigar esses pacientes c0m parada cardiorrespiratória e prevenir novos episódios, além de formas de diagnosticar algumas doenças graves, mesmo em pacientes ainda assintomáticos.

Confira o episódio!

Para mais conteúdos como esse, acesse nosso canal no YouTube.

Confira também: 

CBMEDE 2022: Parada cardiorrespiratória para emergencistas: como ir além do ACLS?
Qual é a relação entre morte súbita cardíaca e canalopatias – parte 1
Prevenção às Arritmias Cardíacas e Morte Súbita: três conteúdos no Whitebook

Tópicos abordados no episódio:

  • Quais as principais causas de morte súbita em jovens
  • Como investigar pacientes jovens com síncope ou morte súbita abordada no Pronto Socorro
  • Qual o tratamento mais adequado para nosso paciente do Caso Clínico
  • Quando pensar em doença arritmogênica subjacente em pacientes assintomáticos

Siga também a PEBMED no Instagram, Facebook, Twitter e no Spotify.

Como você avalia este conteúdo?

Sua opinião ajudará outros médicos a encontrar conteúdos mais relevantes.

Anúncio

Mais Vídeos