Logotipo Afya
Anúncio
SaúdeJAN 2017

Playbook online ajuda a melhorar os cuidados para pacientes que demandam muita atenção médica

Playbook foi lançado com o objetivo de ajudar os líderes do sistema de saúde a melhorar os cuidados para pacientes que demandam mais atenção médica.
Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos. Com o objetivo de ajudar os líderes do sistema de saúde e seguradoras a melhorar os cuidados para pacientes que demandam muita atenção médica, foi lançado “The Playbook: Better Care for People With Complex Needs”. O livro online é um manual norte-americano que fala sobre questões médicas, comportamentais e sociais desses pacientes, como exemplos de abordagens bem-sucedidas e orientações para negócios, e foi desenvolvido pelo Institute for Healthcare Improvement. O playbook foi lançado na inauguração do National Center for Complex Health e Social Needs, liderado pelo médico de família Doutor Jeffrey Brenner, que é reconhecido nos Estados Unidos por seu trabalho voltado para pacientes de alta necessidade em Camden, Nova Jersey. Segundo o comunicado à imprensa, os líderes do instituto que elaborou o manual acreditam que “com melhores informações sobre as necessidades médicas, comportamentais e sociais dos pacientes com necessidade alta e complexidade, além de uma melhor comunicação com a seguradora, o médico e o paciente, essas pessoas terão menor probabilidade de atrasar os cuidados e de ter que procurar atendimento de emergência para questões não emergenciais”. Veja também: 'Como a tecnologia está mudando a relação médico-paciente' Outras cinco organizações, as fundações John A. Hartford, Robert Wood Johnson, SCAN e Commonwealth, e a Peterson Center on Healthcare, participaram da elaboração do manual, patrocinado por elas, e também trabalharão na disseminação do mesmo. Além disso, vão se organizar regularmente para discutir as soluções encontradas e colocá-las em prática com os pacientes, que incluem idosos e deficientes. Além do playbook, as organizações desenvolveram uma pesquisa sobre a questão. Os resultados mostraram que esses pacientes tendem a ter mais problemas sociais e econômicos que outras pessoas, sugerindo que eles fazem parte de uma população mais velha, menos instruída e mais pobre. Além disso, muitos relataram isolamento social e estavam estressados ou preocupados com alguma dificuldade que estavam passando. Cerca de 50% dos pacientes com grande necessidade médica tinham sido hospitalizados ou frequentado uma emergência nos dois últimos anos; 44% tinham atrasado algum cuidado médico no último ano devido a problemas, como não ter transporte ou horário disponível por conta do trabalho. Esses dados batem com um dos problemas citados no playbook: o modelo de pagamento fee-for-service aos médicos. Segundo as organizações, esse tipo de pagamento acaba desestimulando os profissionais a fazerem atendimentos não presenciais, como utilizar o método de telemedicina para fazer atendimentos online ou simplesmente responder perguntas dos pacientes por meio de alguma plataforma, por exemplo, que poderiam ajudar a solucionar essa questão de locomoção e horários, deixando de atrasar cuidados importantes para os pacientes. A pesquisa envolveu mais de 3 mil pessoas, sendo cerca de 1.800 pacientes que demandam muita atenção médica e 1.200, que não. As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui! Referência:
  • Online 'Playbook' for High-Need Patients Released. Medscape. Dec 09, 2016.
Anúncio

Assine nossa newsletter

Aproveite o benefício de manter-se atualizado sem esforço.

Ao assinar a newsletter, você está de acordo com a Política de Privacidade.

Como você avalia este conteúdo?

Sua opinião ajudará outros médicos a encontrar conteúdos mais relevantes.

Compartilhar artigo