Logotipo Afya
Anúncio
InfectologiaMAR 2024

Estudo analisou genes ‘relevantes’ no processo imune da dengue

Análise de pesquisadores brasileiros comparou dados de pacientes com os participantes de ensaios clínicos de vacinas contra dengue.
Pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) publicaram na revista Frontiers in Immunology estudo que buscou mapear os principais fatores envolvidos na resposta imunológica à dengue comparando dados da infecção natural pelo vírus e da imunização obtida com duas vacinas (Q-Denga e Dengvaxia). 

Métodos e achados 

Foram analisadas 955 amostras de conjuntos de dados de transcriptoma de pacientes infectados por dengue e os dados de três ensaios clínicos das vacinas. A análise dos cientistas identificou 237 genes diferencialmente expressos em comum entre os conjuntos de dados. Desses, 20 foram identificados em todos os ensaios e na infeção natural pela dengue, os processos biológicos afetados por esses genes incluíam a sinalização do interferon tipo I e II, regulação de citocinas, apoptose e diferenciação de células T.  Leia mais: Dengue: O alerta de uma nova epidemia no Brasil   Em entrevista à Agência Fapesp, umas das autoras do estudo, Desirée Rodrigues Plaça, explicou que “com base em 20 desses genes em comum, conseguimos criar um painel para distinguir a gravidade da doença, particularmente na fase aguda tardia. Por meio de técnicas de aprendizado de máquina, também foi possível classificar dez preditores [assinaturas imunológicas] de gravidade da doença nos casos de infecção natural e que são cruciais para a resposta imune antiviral”. 

Conclusão 

Os autores do estudo acreditam que as informações obtidas na análise sobre os marcadores moleculares agindo na resposta imune poderá ajudar no desenvolvimento de terapias específicas contra a doença e de vacinas mais eficazes.   Leia ainda: Dengue no Brasil: Testes disponíveis e indicações  
Anúncio

Assine nossa newsletter

Aproveite o benefício de manter-se atualizado sem esforço.

Ao assinar a newsletter, você está de acordo com a Política de Privacidade.

Como você avalia este conteúdo?

Sua opinião ajudará outros médicos a encontrar conteúdos mais relevantes.

Referências bibliográficas

Compartilhar artigo