Logotipo Afya
Anúncio
HematologiaAGO 2021

Atualização 2021 do consenso de anemia ferropriva da SBP: como prevenir?

Em 2018, a Sociedade Brasileira de Pediatria publicou o “Consenso sobre anemia ferropriva: mais  que uma doença, uma urgência médica”.

A anemia ferropriva tomou grande proporção tanto como saúde pública como no nível individual (atraso de crescimento e desenvolvimento). Devido a alta relevância do tema, em 2018 a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) publicou o “Consenso sobre anemia ferropriva: mais  que uma doença, uma urgência médica”, que buscava o diagnóstico e manejo dessa.

Esse ano (2021), a SBP publicou o “Consenso sobre anemia ferropriva”. Atualização: destaques: 2021”, após uma metanálise que incluiu 134 publicações de 2007 a 2020, e apresentou uma prevalência dessa doença no Brasil de 33% em crianças saudáveis e menores de sete anos. Um documento científico contendo medidas de prevenção e tratamento para a deficiência de ferro. 

Lembramos inicialmente que uma recomendação para a anemia ferropriva em lactentes é o incentivo ao leite materno, exclusivo até seis meses e mantido até dois anos. 

Esse consenso recomenda também realizar exames laboratoriais para investigação de deficiência de ferro com 12 meses de vida, porém na presença de fatores de risco essa investigação deve ser realizada precocemente com: hemograma, ferritina sérica e proteína C reativa (para avaliar processo infeccioso).  

Para tratamento é orientado: Ferro oral na dose de 3 a 6 mg de ferro elementar/kg/dia, dose única ou fracionado, por 6 meses ou até normalização da hemoglobina, VCM,  HCM, ferro sérico, saturação da transferrina e  ferritina sérica.

Após 30 a 45 dias após reposição ferro, coletar novo hemograma e reticulócitos. Espera-se um aumento da Hb em pelo menos 1,0 g/dL e também aumento dos níveis de reticulócitos.

anemia ferropriva

Para prevenção recomenda-se: 

RN a termo em aleitamento materno exclusivo, com ou sem fator de risco e peso adequado para a idade gestacional:1 mg de ferro elementar/kg/dia, no 6º mês de vida até o 24º mês de vida.
RN a termo com peso <2500g: 2 mg de ferro elementar/kg/dia, iniciando  com 30 dias de vida, durante um ano. Após, 1 mg/kg/dia mais um ano.
RN prematuros com peso  >1.500 g:2 mg de ferro elementar/kg/dia, iniciando  com 30 dias de vida, durante um ano. Após, 1 mg/kg/dia mais um ano.
RN prematuros com peso entre 1.500 e 1.000 g:3 mg de ferro elementar/kg/dia, iniciando  com 30 dias de vida, durante um ano. Após, 1 mg/kg/dia mais um ano. 
RN prematuros com peso <1.000 g: 4 mg de ferro elementar/kg/dia, iniciando  com 30 dias de vida, durante um ano. Após, 1 mg/kg/dia mais um ano.
RN prematuros que receberam concentrado de hemácias (  >100 mL)Devem ser avaliados individualmente pois  podem não necessitar de suplementação  de ferro só após 30 dias de vida.

(tabela adaptada do Consenso)*

Leia também: Oclusão endoscópica traqueal fetal

Considerações

Por fim, sabemos que, para garantir um adequado crescimento e desenvolvimento, o ferro é essencial. A prevenção e tratamento da anemia ferropriva segue sendo um dos assuntos mais discutidos na Pediatria geral e com tanta relevância.

Referências bibliográficas:

  • Sociedade Brasileira de Pediatria. Departamentos  de Nutrologia e Hematologia. Consenso sobre  anemia ferropriva: mais que uma doença, uma  urgência médica! 24.07.18 Disponível em https://www.sbp.com.br/fileadmin/user_upload/21019f Diretrizes_Consenso_sobre_anemia_ferropriva-ok. pdf . Acessado em junho 2021. 
  • Nogueira-de-Almeida C, Ued F, Del Ciampo L, Martinez  E, Ferraz, I, Contini A, et al. Prevalence of childhood  anemia in Brazil: Still a serious health problem. A  systematic review and meta-analysis. Pub Health Nutr.  2021;18:1-41. doi:10.1017/S136898002100286X.
  • Consenso sobre Anemia Ferropriva: Atualização: Destaques 2021. Departamentos Científicos de Nutrologia e Hematologia. Sociedade Brasileira de Pediatria. Disponivel em: https://www.sbp.com.br/ Acessado em agosto 2021. 
Anúncio

Assine nossa newsletter

Aproveite o benefício de manter-se atualizado sem esforço.

Ao assinar a newsletter, você está de acordo com a Política de Privacidade.

Como você avalia este conteúdo?

Sua opinião ajudará outros médicos a encontrar conteúdos mais relevantes.

Compartilhar artigo