Logotipo Afya
Anúncio
CardiologiaMAI 2022

Caso clínico: Hipertensão arterial na atenção primária

Paciente vai à unidade de saúde para um retorno após uma longa perda de seguimento. A consulta visa retomar tratamento contra hipertensão.

Por Marcelo Gobbo Jr

H., 44 anos, vai à unidade de saúde para um retorno após uma longa perda de seguimento. Você investiga o motivo da consulta e a principal motivação de buscar o atendimento médico é a retomada de seu tratamento anti-hipertensivo. Ele é motorista e trabalha muitas horas por dia sentado, não faz atividade física, mas as vezes joga futebol com os amigos. Diz quase motivou a voltar para os cuidados depois que perdeu o cunhado por decorrência de um infarto, e que sempre se cuidou sozinho. Você investiga a última MRPA que ele preparou para esse atendimento e percebe que a média de pressão arterial é 129/78mmHg. Além disso, investigando as medicações em uso descobre que ele tem usado losartana 50mg a cada 12 horas, hidroclorotiazida 25mg ao dia e anlodipino 5mg a cada 12 horas.  Ao exame físico você não percebe nada que lhe chame a atenção e ao conferir a pressão arterial em repouso no consultório com método adequado você encontra o valor de aferição de 126/75 mmHg. Além disso ele traz os exames de rotina do hipertenso que foram solicitados a pedido do enfermeiro da sua equipe na consulta de enfermagem há duas semanas, cujos resultados foram todos dentro da normalidade exceto o colesterol, com um HDL-c de 40 mg/dL e um LDL-c de 194 mg/dL.

[WpProQuiz 602]
Anúncio

Assine nossa newsletter

Aproveite o benefício de manter-se atualizado sem esforço.

Ao assinar a newsletter, você está de acordo com a Política de Privacidade.

Como você avalia este conteúdo?

Sua opinião ajudará outros médicos a encontrar conteúdos mais relevantes.

Compartilhar artigo