Logotipo Afya
Anúncio
HematologiaJAN 2020

Caso clínico: criança com crise álgica falciforme e infecção

H.S.M., quatro anos de idade, sexo masculino, com anemia falciforme diagnosticada aos cinco meses de vida, em uso de acido fólico.

Por Rafael Duarte

H.S.M., quatro anos de idade, sexo masculino, com anemia falciforme diagnosticada aos cinco meses de vida, em uso de acido fólico, hidroxiureia e penicilina V regularmente, foi levado ao atendimento de emergência pela mãe por apresentar rinorreia hialina e tosse seca há dois dias, com evolução para febre (Temp. 38,6ºC) e dor intensa em membros inferiores em região distal abaixo dos joelhos, sem sinais flogísticos.

A tosse progrediu para secretiva e esverdeada. A mãe nega ter observado na criança sinais de dispneia, dor torácica ou abdominal.

Ao exame físico, o paciente se apresenta com regular estado geral, fácies de dor, desidratado, hipocorado (3+/4+), irritado e choroso durante o exame. Normotenso, FC 108 bom, FR: 40 irpm; SatO2 96%, Tax 38oC, ACV com RCR 2T BNF e sem sopros, AR com MUVA, mas rudes, com crepitações e roncos mais intensos em HTD, observa-se presença de tiragem de fúrcula, abdome plano, ruídos hidroaéreos presentes, timpânico à percussão, tenso mas indolor, sem massas ou visceromegalias, membros inferiores com pulsos periféricos palpáveis e simétricos, sem edema.

Os principais exames laboratoriais incluíam hemoglobina 7,8 g por L, hematócrito 23,2 %, VCM 83,1 fL, HCM 25,6 pg, CHCM 34,0 g por dL, RDW 29,0%, leucócitos 19200 por mm3 com desvio a esquerda, plaquetas 300.000, hemácias em alvo, anisocitose, anisocromia e presença de depranócitos, PCR 25,2, radiografia de tórax com presença de consolidação em terço médio de pulmão direito.

[WpProQuiz 281]

Veja mais casos clínicos:

Retrospectiva 2019: veja os principais casos clínicos do ano!

Anúncio

Assine nossa newsletter

Aproveite o benefício de manter-se atualizado sem esforço.

Ao assinar a newsletter, você está de acordo com a Política de Privacidade.

Como você avalia este conteúdo?

Sua opinião ajudará outros médicos a encontrar conteúdos mais relevantes.

Compartilhar artigo