Logotipo Afya
Anúncio
CirurgiaJAN 2022

Qual o tempo ideal de antibioticoprofilaxia após reconstrução com endoprótese em ressecções de tumores malignos de membros inferiores?

A retirada de tumores malignos do fêmur ou da tíbia envolvem a ressecção óssea e partes moles adjacentes seguidas por uma reconstrução.

Cirurgias para retirada de tumores malignos do fêmur ou da tíbia envolvem ressecções ósseas e de partes moles adjacentes seguidas por uma reconstrução complexa do membro. Mais comumente, a reconstrução envolve a utilização de endopróteses modulares de metal e polietileno para substituição das áreas ressecadas. Devido ao tempo cirúrgico e características inerentes a esse tipo de paciente, o risco de infecção nesses casos é alto. Nos casos de infecção, a taxa de amputação pode chegar a 50%, atrasando ainda o tratamento adjuvante proposto.

Estratégias para minimizar a chance de infecção incluem a administração de antibiótico intravenoso peri e pós-operatório, com alguns cirurgiões ultrapassando as 24 horas clássicas recomendadas nas cirurgias de próteses totais. Entretanto, o uso indiscriminado pode levar à resistência de microrganismos e aumento de efeitos adversos.

Leia também: Como as impressoras 3D estão sendo utilizadas?

Qual o tempo ideal de antibioticoprofilaxia após reconstrução com endoprótese em ressecções de tumores malignos de membros inferiores?

O estudo

Já que o esquema antibiótico ideal para utilização nesse tipo de cirurgia permanece controverso, foi publicado recentemente no Journal of American Medical Association (JAMA) um ensaio clínico randomizado comparando o efeito do regime de 5 dias e do de 1 dia de antibioticoprofilaxia na prevenção de infecção e ocorrência de efeitos colaterais.

Foram selecionados, entre janeiro de 2013 e outubro de 2019, 604 pacientes de 12 anos ou mais submetidos a ressecção de tumor maligno de membro inferior e reconstrução com endoprótese de 48 hospitais em 12 países diferentes. O desfecho primário analisado foi desenvolvimento de infecção em até 1 ano após a cirurgia. Desfechos secundários foram complicações relacionadas ao antibiótico, cirurgias adicionais não planejadas, morte e escores funcionais após 1 ano de cirurgia.

Foi observada infecção de sítio cirúrgico até 1 ano pós-operatório em 15% dos pacientes com 5 dias e 16,7% dos pacientes com 1 dia de antibioticoprofilaxia (razão de risco RR, 0,93; IC 95%, 0,62-1,40; P= 0,73). Complicaçōes relacionadas aos antibióticos ocorreram em 5,1% dos pacientes com 5 dias e 1,6% dos pacientes com 1 dia de antibioticoprofilaxia (RR, 3,24; IC 95%, 1,17-8,98; P=0,02), sendo mais comum a colite associada ao Clostridioides difficile.

Saiba mais: Antibioticoprofilaxia na cirurgia: É possível encurtar a janela de 60 minutos recomendada?

Procedimentos adicionais foram necessários em 25,6% dos pacientes com 5 dias e 25,7% dos pacientes com 1 dia de antibioticoprofilaxia (RR, 1,01; IC 95%, 0,77-1,46). Além disso, também não foram encontradas diferenças estatisticamente significativas na mortalidade ou nos escores funcionais.

Conclusão

Nesse ensaio clínico randomizado, o esquema antibiótico de 5 dias no pós-operatório não apresentou benefício em relação ao esquema com 1 dia de antibioticoprofilaxia. Além disso, o maior risco de eventos adversos causados pelo esquema de antibiótico mais prolongado é um importante achado que deve chamar a atenção dos cirurgiões.

Referências bibliográficas:

  • Prophylactic Antibiotic Regimens in Tumor Surgery (PARITY) Investigators, Ghert M, Schneider P, Guyatt G, Thabane L, Vélez R, O’Shea T, Randall RL, Turcotte R, Wilson D, Wunder JS, Baptista AM, Cheng EY, Doung YC, Ferguson PC, Giglio V, Hayden J, Heels-Ansdell D, Khan SA, Sampath Kumar V, McKay P, Miller B, van de Sande M, Zumárraga JP, Bhandari M. Comparison of Prophylactic Intravenous Antibiotic Regimens After Endoprosthetic Reconstruction for Lower Extremity Bone Tumors: A Randomized Clinical Trial. JAMA Oncol. 2022 Jan 6. doi: 10.1001/jamaoncol.2021.6628.
Anúncio

Assine nossa newsletter

Aproveite o benefício de manter-se atualizado sem esforço.

Ao assinar a newsletter, você está de acordo com a Política de Privacidade.

Como você avalia este conteúdo?

Sua opinião ajudará outros médicos a encontrar conteúdos mais relevantes.

Compartilhar artigo